Sem categoria

Sessão softcore – Tinto Brass

Antes de mais nada desculpa pessoal, geralmente eu posto a sessão softcore nas sextas-feiras assim da tempo do povo ver mais sossegado o final de semana. Eu moro em São Paulo e mesmo com todo esse problema de falta de água aqui chove e chove muito e se vocês acompanham jornal sabe que toda vez que chove aqui alaga tudo, derruba árvore, as vezes até morre gente, pois é. É engraçado ter a palavra alagamento e falta de água na mesma frase mas isso ta acontecendo em São Paulo e nessa última chuva de quinta-feira derrubou uma árvore aqui e estou umas caixas no post e a rua inteira ficou com os telefones mudos e sem internet, o técnico só veio hoje arrumar e amanhã já vai ter que voltar pois ela voltou mas continua caindo.

Bem, hoje eu decidi fazer uma sessão com filmes do gênio do erotismo Tinto Brass, eu queria ser ele só que ainda gay, o cara tem uma ótica pro erotismo que poucos autores e diretores tem, geralmente esses homens são todos da Europa, no caso do Tinto Itália. Ele tem vários filmes bons e ótimos entre eles o mais famoso que é Calígula, se você conhece Calígula sabe que o homem é bom e olha que é um filme com ótima direção, grande produção e tem um ator de nome que é o Malcolm McDowell que também fez “Laranja Mecânica”. Aquela cena de calígula, falo a orgia deve ter causado tanto escândalo na época, afinal hoje fazer um filme normal com sexo explícito não tem nada de inovador mas mesmo assim o povo fica louco, veja o caso de Ninfomaníaca.

Fallo

Trasgredire

The Voyeur

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo